12 de janeiro de 2018

Reflexo Inato (S → R) - Parte 2

Mão com palito - (Placcido)

Quando falamos de Análise do Comportamento, por vezes estamos tão cheios de termos técnicos e letras representativas que muita gente pode ficar confusa. Logo, decidi fazer uma série de textos explicando os termos mais básicos para melhor compreensão. Aqui você pode acessar o primeiro da série, (se você está ainda no básico é recomendado que o leia antes): Análise do Comportamento? (AC, BR, AEC, e ACC) –Parte 1.

Vamos lá...
  
Essa é uma explicação da simbologia básica. A letra “S” se refere a palavra inglês “Stimulus”, que em português literal é Estímulo, já “R” é referente ao termo em inglês “Response”, que no português corresponde a Resposta. A →(Seta) é utilizada para representar o ato de Eliciar, ou seja, o estímulo ELICIA uma resposta. (S → R). Não esqueça isso, é fundamental. 

Reflexo Inato ou Reflexo Incondicionado: Primeiramente precisamos entender que o termo Reflexo na AC não se refere ao que geralmente é usado popularmente. É bem comum você ouvir por aí frases como: “esse gato/goleiro tem um reflexo muito rápido”, aqui o reflexo é entendido como a velocidade que o sujeito reagiu em alguma situação, pois bem, esqueça isso por enquanto.

Para a AC, o Reflexo é a relação que há entre um Estímulo e sua Resposta. Vamos para um exemplo simples:

Reflexo Inato

Acender luz forte (Estímulo) → Contração da pupila (Resposta).
 (S → R).

Quando falamos que é inato, quer dizer que esse reflexo acontecerá independente da vontade do sujeito, ou seja, como já dito, o Reflexo é a relação entre o estímulo e a resposta.  Outro exemplo para simplificar:

 - Imagine que o seu amigo ou amiga te fure com um palito de dente:

Espetar com palito a pele (S) → Puxar a mão (R).
(S → R).

É interessante entender que S causa uma mudança no organismo, que gera o R. No caso acima, a mudança foi a dor que o sujeito sentiu pela ponta do palito. 

Dizer que o Reflexo é inato significa que ele não é aprendido, ou seja, o organismo já nasce com ele. É muito comum vocês encontrarem o Medo como exemplo para explica-lo, isso por que tal reflexo está estritamente ligado a sobrevivência do organismo. 

Quero lembrar que essa relação é em si o comportamento do organismo, logo, é prontamente chamado de Comportamento Reflexo Inato. 

Alguma dúvida? Esse texto é mais um da série sobre Análise do Comportamento, no qual estou trazendo inicialmente o básico para estudantes ou curiosos de plantão. 

Um abraço!

Mais informações: 
MOREIRA & MEDEIROS. Princípios Básicos de Análise do Comportamento. Porto Alegre, RS: Artmed, 2007. 
Imagem de: Truque na Manga